No passado mês de Junho assistiu-se a uma redução do número de vírus registados e da perigosidade máxima dos worms detectados. Segundo a análise mensal da Trend Micro, no sexto mês do ano foram detectados 950 códigos maliciosos, número que representa uma significativa diminuição face ao mês de Maio, refere o relatório dos laboratórios da empresa de segurança.



O documento sublinha mesmo que este é o primeiro mês do ano em que não foram emitidos alertas relativos à perigosidade dos vírus em circulação na rede. Ainda assim, a empresa admite que os efeitos de um início de ano rico em vírus são ainda visíveis, manifestando-se ao nível das variantes dos principais worms identificados. Segundo dados da Trend Micro, as variantes do worm Netsky continuam a representar oito das 10 principais ameaças de vírus identificadas.



Se o primeiro e o terceiro lugares da lista dos 10 mais comuns do mês são ocupados pelo Zafi e pelo Troj Dasmin B, respectivamente todos os restantes oito lugares são ocupados por elementos da família Netsky.



Esta permanência é explicada pela falta de cuidados dos utilizadores, especialmente os utilizadores domésticos que não investem em ferramentas antivírus nem procedem às actualizações de segurança recomendadas pelas empresas de software, mantendo a vulnerabilidade dos seus PCs a códigos maliciosos cujas falhas de segurança exploradas já foram corrigidas.



Notícias Relacionadas:

2004-04-30 - Bagle.AB e Netsky com impacto forte em Portugal

2004-02-26 - Portugal em terceiro na lista dos países europeus mais afectados pelo Netsky.B

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.