A empresa da maçã registou um resultado líquido de 7,5 mil milhões de dólares entre julho e setembro, numa queda de 8,6% face a igual período do ano passado.

As receitas alcançaram os 37,5 mil milhões de dólares, o que representa um avanço de 4% comparativamente aos 36 mil milhões de contabilizados no quarto trimestre fiscal de 2012.

As vendas de iPhone representaram 52% do negócio da Apple, mais um ponto percentual que em 2012, enquanto a segunda maior contribuição vem dos iPads, com 16,5%.

Num trimestre já influenciado pela chegada dos modelos 5S e 5C, a fabricante da maçã vendeu mais 26% de iPhones do que em 2012, o que resultou numa subida de 17% na faturação (19,5 mil milhões de dólares).

As vendas de iPad, por sua vez, totalizaram 14,1 milhões de unidades, um ligeiro avanço face aos 14 milhões vendidos um ano antes. A empresa informou igualmente ter comercializado 4,6 milhões de computadores da linha Mac, valor abaixo das 4,9 milhões de unidades vendidas no quarto trimestre fiscal do ano passado.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.