A Glintt, que é o resultado da fusão da ParaRede com a Consiste, diminuiu lucros em 40 por cento nos primeiros nove meses do ano, para um total de 2,4 milhões de euros. O volume de negócios também recuou 17 por cento para 80 milhões de euros.

Em comunicado, a empresa assegura que os resultados estão em linha com as suas expectativas, tendo em conta que o terceiro trimestre do ano é tradicionalmente mais fraco em termos de receitas e que a isso se junta um ano de crise.

Para o total do ano a empresa prevê um volume de negócios entre os 110 e os 120 milhões de euros. A margem de EBITDA, estima a empresa, deve fixar-se entre os 7 e os 8 por cento.

"A Glintt continuará focada em serviços de maior valor acrescentado e num rigoroso controlo de custos", acrescenta ainda o comunicado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.