O volume de negócios recuou 5,3% para 51,6 milhões de euros, devido à contração do negócio doméstico na componente de produto, apesar do crescimento internacional ser expressivo, indica a empresa em comunicado. A Novabase sublinha que 34,9% da faturação, ou seja 18 milhões de euros, são gerados fora de Portugal.

O resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) diminuiu 8,1% para 3,6 milhões de euros.
"Os resultados do primeiro trimestre estão alinhados com as prioridades estratégicas definidas para 2014", sublinha Luís Paulo Salvado, CEO da Novabase. "O negócio internacional subiu 16% e representa 35% da atividade da Novabase".

O gestor acrescenta que também ao nível da aposta nos serviços e no desenvolvimento de ofertas "os progressos são claros: os serviços cresceram e representam já dois terços do negócio e a margem bruta de vendas aumentou".

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.