O comércio online somou mais de metade das queixas e pedidos de informação registados na rede europeia de centros de consumo em 2010. Dos mais de 71 mil casos tratados pelos European Consumer Centres (ECC) ao longo do ano passado, 56,2% relacionaram-se com compras feitas através da Internet.

O volume de reclamações relativamente ao comércio electrónico acabou por ser muito idêntico ao apurado em 2009, quando as compras online somaram 55,9% dos registos.

Os transportes são o tema que mais queixas continua a gerar - uma em cada três -, nomeadamente no capítulo relativo às viagens de avião, que somou perto de 60% do total apurado.

Em termos gerais, em 2010 os 29 ECC (presentes em cada um dos Estados-membros da União Europeia, além da Noruega e da Islândia) foram chamados a intervir em mais 11.000 casos do que no ano anterior (60.000), um valor que se traduz numa subida de 15%.

Juntos, o Reino Unido, a Alemanha e a França totalizaram cerca de metade das queixas e pedidos de informação registados. Em Portugal ambas as solicitações terão somado pouco mais de um milhar de pedidos de auxílio.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.