O BPO, ou outsourcing de negócio, vai ser um dos serviços de externalização mais procurados pelas empresas portuguesas a partir de 2006, indica um estudo da IDC Portugal sobre Outsourcing de Serviços de TI e BPO. A consultora prevê que os investimentos nos serviços de outsourcing se elevem a 887 milhões de dólares em 2009, registando taxas de crescimento anuais acima dos 10 por cento.

Entre os serviços de externalização a consultora considerou o outsourcing de tecnologias de informação, o outsourcing de negócio, ou BP, e o outsourcing de utilidades, uma área emergente onde se incluem os serviços de hosting e aplicações em ASP. Segundo o comunicado à imprensa, todos estes serviços vão continuar a registar grande procura devido à necessidade das empresas de aumentar a produtividade, obter retornos de investimento num espaço de tempo mais curto e a tendência de focalização no core business.

Até 2009 o outsourcing de negócio vai registar taxas de crescimento anuais acima dos 14 por cento, prevendo a IDC que os investimentos das empresas nesta área sejam de 333 milhões de dólares em 2006, evoluindo para 494 milhões de dólares em 2009.

Já numa fase mais madura, o outsourcing de TIs deverá crescer apenas 6 por cento ao ano, com investimentos de 321 milhões de dólares em 2006 e 383 milhões de dólares em 2009. A área de outsourcing de utilidades está ainda numa "fase embrionária", registando taxas de crescimento de 29,5 por cento mas receitas ainda marginais, que deverão ser de 4 milhões de dólares em 2006, chegando aos 10 milhões de dólares em 2009.

Notícias Relacionadas:

2006-06-14 - Receitas de serviços de TI crescem 6% em 2005
2006-05-18 - PMEs portuguesas aumentam investimentos em TI até 2009

2005-09-20 - Mercado português de serviços de TIs dominado por 10 empresas

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.