Os lucros da Microsoft aumentaram 6 por cento no primeiro trimestre fiscal da empresa, para os 5,7 mil milhões de dólares. No mesmo período, as receitas fixaram-se nos 17,3 mil milhões de dólares, mais 7,2 por cento que no mesmo trimestre de 2010, permitindo um recorde de receitas para o trimestre em questão, compreendido entre julho a setembro.



As receitas na divisão de soluções de produtividade para empresas melhoraram 17 por cento. O segmento de servidores e ferramentas, por seu lado, melhorou as receitas em 10 por cento.



A divisão que explora os negócios associados ao Windows e Windows Live faturou 4,8 mil milhões de dólares, num crescimento de 2 por cento. A fabricante destaca neste âmbito a boa prestação do Windows 7, que soma já 450 milhões de licenças vendidas, desde que foi lançado.



Relativamente ao trimestre, a Microsoft sublinha ainda outros pontos positivos, como a conclusão do negócio de aquisição do Skype, que levou a companhia a desembolsar 8,5 mil milhões de dólares. Concluído que está o negócio, o trimestre em curso já incorporará os resultados da empresa de comunicações.



A Microsoft também destaca o facto da Xbox continuar a ser a consola de jogos mais vendida nos Estados Unidos pelo nono mês consecutivo. No período foi ainda lançado o Gears of War 3 que vendeu três milhões de cópias na primeira semana. A divisão de entretenimento em que se inclui a Xbox e os jogos cresceu no trimestre 9,4 por cento para atingir receitas de 1,9 mil milhões de dólares.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.