Os lucros da Microsoft aumentaram 6 por cento no primeiro trimestre fiscal da empresa, para os 5,7 mil milhões de dólares. No mesmo período, as receitas fixaram-se nos 17,3 mil milhões de dólares, mais 7,2 por cento que no mesmo trimestre de 2010, permitindo um recorde de receitas para o trimestre em questão, compreendido entre julho a setembro.



As receitas na divisão de soluções de produtividade para empresas melhoraram 17 por cento. O segmento de servidores e ferramentas, por seu lado, melhorou as receitas em 10 por cento.



A divisão que explora os negócios associados ao Windows e Windows Live faturou 4,8 mil milhões de dólares, num crescimento de 2 por cento. A fabricante destaca neste âmbito a boa prestação do Windows 7, que soma já 450 milhões de licenças vendidas, desde que foi lançado.



Relativamente ao trimestre, a Microsoft sublinha ainda outros pontos positivos, como a conclusão do negócio de aquisição do Skype, que levou a companhia a desembolsar 8,5 mil milhões de dólares. Concluído que está o negócio, o trimestre em curso já incorporará os resultados da empresa de comunicações.



A Microsoft também destaca o facto da Xbox continuar a ser a consola de jogos mais vendida nos Estados Unidos pelo nono mês consecutivo. No período foi ainda lançado o Gears of War 3 que vendeu três milhões de cópias na primeira semana. A divisão de entretenimento em que se inclui a Xbox e os jogos cresceu no trimestre 9,4 por cento para atingir receitas de 1,9 mil milhões de dólares.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.