O cancelamento da feira de telemunicações de Barcelona, que estava marcada para começar a 24 de fevereiro, só foi confirmado no dia 12 deste mês, mas o abandono das principais marcas começou mais cedo, e acabou por ditar um movimento com efeito dominó que acabou por inviabilizar a realização do Mobile World Congress 2020.

A possibilidade de recuperar o investimento realizado, em "chão de feira" e nas viagens e hotéis, assim como na preparação de outros eventos paralelos, era uma das principais questões das marcas e dos visitantes, mas a GSMA tinha remetido para fim de março uma decisão.

É oficial: MWC 2020 não se realiza devido à ameaça do Coronavírus
É oficial: MWC 2020 não se realiza devido à ameaça do Coronavírus
Ver artigo

Hoje, em resposta às questões colocadas, a GSMA terá confirmado que não haverá reembolsos. A informação é adiantada pelo site chinês ITHOME, que garante que esta é a resposta oficial quanto aos pagamentos dos expositores e cita um email onde a GSMA diz que a situação não tem precedentes e que não pode ser coberta pelo seguro.

O site cita um email enviado a um expositor onde se diz que "devido a força maior, não vamos garanti um reembolso em acordo com os nossos termos e condições para exposições, publicidade e patrocínios, artigo 21.10".

A GSMA afirma também que como organização sem fins lucrativos e congregadora da indústria e do ecossistema, estas situações têm um "impacto financeiro muito significativo na GSMA" e afirma agradecer a compreensão e paciência.

O que ficou por mostrar ou revelar na edição deste ano do Mobile World Congress?
O que ficou por mostrar ou revelar na edição deste ano do Mobile World Congress?
Ver artigo

A associação que organiza o MWC diz estar a estudar sugestões que podem mitigar o potencial impacto do cancelamento do MWC, e que espera manter boas relações com os seus parceiros de negócio.

De acordo com os números que têm sido partilhados, o investimento das empresas que participam no MWC variam entre 15 mil e 14 milhões de dólares, e no ano passado a feira garantiu mais de 500 milhões de dólares em investimento de participantes.

O MWC é um dos maiores eventos desmarcados devido à ameaça de contágio com o Coronavírus, mas as empresas têm vindo a assumir algumas medidas de precaução em relação a viagens e outros eventos mais pequenos também têm sido afetados. Ainda hoje se soube que a PlayStation e Facebook cancelaram a sua presença na GDC 2020

Nota da Redação: A notícia foi atualizada com mais informação. Última atualização 18h04

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.