O Nasdaq está em conversações com a Securities and Exchange Commission (SEC) para tentar estabelecer um acordo por causa da má gestão da Oferta Pública Inicial (IPO) do Facebook em maio de 2012.

A falta de rigor mostrado pela bolsa de valores tecnológica norte-americana no processo de gestão da IPO valeu aos investidores e corretores de Wall Street um prejuízo estimado de 500 milhões de dólares. Além das perdas quantificáveis, houve ainda perda de confiança dos investidores nas capacidades da plataforma de troca e venda de títulos.

A multa a ser aplicada ao Nasdaq pode ir até 1% do prejuízo causado, ou seja, cinco milhões de dólares. Como avança o The Wall Street Journal, enquanto as duas partes não chegam a um entendimento, a coima pode ser o primeiro sinal de castigo para o fracasso da operação do IPO da maior rede social do mundo.

Fontes próximas ao processo indicam que o Nasdaq está ainda disposto a pagar até 62 milhões de dólares em compensações aos visados. A investigação da SEC dura há oito meses e caso venha a condenar o Nasdaq, será a segunda vez que multa uma bolsa de valores.

A plataforma de títulos dos EUA é acusada pela falta de sistemas de controlos e como parte do acordo terá que apresentar garantias de que casos semelhantes não se repetem.

Durante a Oferta Pública Inicial do Facebook houve falhas técnicas no sistema de comunicação de resultados do Nasdaq que impediram os investidores de saberem com exatidão quantos e para quem é que os títulos da rede social estavam a ser transacionados.

"Continuamos a acreditar que agimos da maneira mais apropriada e no melhor dos interesses dos investidores mesmo sob circunstâncias difíceis", comentou um porta-voz da bolsa de valores tecnológica.

Escrito ao abrigo do novo Acordo
Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.