A Nokia anunciou hoje prejuízos de 559 milhões de euros para o terceiro trimestre do ano. O resultado compara com lucros de mais de mil milhões euros no mesmo período do ano passado.

As receitas da maior fabricante mundial de telemóvel atingiram os 9,8 mil milhões de euros, os resultados operacionais recuaram para os 785 milhões de euros, contra os anteriores 1,6 mil milhões de euros. Recorde-se que há um ano atrás das vendas da Nokia atingiram os 12,2 mil milhões de euros.

A fabricante explicou que o recuo da procura no mercado global de telemóveis, que a fabricante continua a prever que continue em queda nos próximos meses. Para 2009 as estimativas da fabricante apontam para uma quebra global nas vendas de telemóveis da ordem dos 7 por cento, o que mesmo assim representa uma melhoria face às estimativas antes apresentadas pela fabricante.

A liderança do mercado mundial de telemóveis mantém-se com a fabricante e sem alterações face ao mesmo período do ano passado. A Nokia continua a controlar 38 por cento do mercado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.