A Sonaecom apresentou ainda ontem, ao final do dia, os resultados financeiros para o primeiro trimestre do ano, onde registou resultados líquidos de 8,2 milhões de euros e um EBITDA de 47,9 milhões de euros, numa subida de 5,6% face aos valores do período homólogo.

A holding de telecomunicações do grupo Sonae tinha registado cerca de 200 mil euros de resultados líquidos no primeiro trimestre de 2009, assinalando agora uma subida significativa deste indicador, mesmo apesar da quebra de 7,5% das receitas consolidadas, que baixaram para os 22,8 milhões de euros.

[caption]Nome da imagem[/caption]

O esforço de eficiência operacional, com medidas de controle de custos implementadas entre Janeiro e Março de 2010, contribuíram para a melhoria do EBITDA.

Ângelo Paupério, CEO da Sonaecom, destaca a performance da holding e o contributo positivo das receitas recorrentes do negócio móvel da Optimus e das receitas de serviços de Sistemas de Informação.

O número de clientes do serviço móvel aumentou neste período 7,1%, atingindo os 3,45 milhões e as receitas de dados já representam 29,6% das receitas deste negócio. O número de clientes pós-pagos aumentou também nestes três meses, representando já cerca de 32% da base de assinantes.

Já na área da rede fixa a empresa continua a perder clientes, baixando para 464 mil no acesso directo e indirecto. As vendas totais desta unidade baixaram 5,3%, ficando-se pelos 60,9 milhões de euros.

O negócio de sistemas de informação, impulsionado sobretudo pela WeDo Technologies, teve também um peso positivo nos resultados da holding. Esta empresa reforçou a presença internacional com a abertura de três novos escritórios em Singapura, Chile e Panamá e aumentou em 15% as receitas de negócios além fronteiras.

O impacto da conjuntura sentiu-se porém nas receitas globais de sistemas de informação, que registaram uma quebra de 18,8% para os 32,4 milhões de euros, que a Sonaecom garante ser motivada exclusivamente pela redução de venda de equipamentos já que as receitas de serviços se mantiveram ao nível das verificadas no período homólogo.

A área de SSI da Sonaecom agrega os negócios da WeDo Technologies mas também da Bizdirect, Mainroad e Saphety, tendo registado globalmente um contributo positivo para o EBITDA consolidado da Sonaecom de 1,6 milhões de euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.