A Oracle concordou em disponibilizar para consulta mais alguns dos chamados "discount forms", as propostas de desconto apresentadas pelos funcionários do seu departamento comercial aos clientes da PeopleSoft.



Durante a investigação que o Departamento de Justiça norte-americano (DOJ) conduziu, a Oracle cedeu alguns dos formulários, tendo contudo recusado a disponibilização adicional de mais documentos. Para a agência governamental, os mesmos são importantes porque demonstram os descontos que a Oracle faz para vender o seu software face às empresas concorrentes.



O DOJ chega a afirmar, segundo o noticiado pela Reuters, que os planos de desconto estiveram entre as provas que mais contribuíram para a sua tomada de decisão contra a fusão da Oracle com a PeopleSoft, vista como prejudicial para a concorrência saudável no mercado do software empresarial (ver Notícias Relacionadas).



Uma decisão do tribunal publicada no início da semana obriga agora a Oracle a ceder mais "discount forms" e estabelece que a empresa terá que negociar, até à próxima sexta-feira, com o DOJ, a amplitude do acordo para determinar exactamente quais os formulários e a quantidade a disponibilizar.



O julgamento do caso terá início a 7 de Junho próximo.



Notícias Relacionadas:

2004-02-27 - DOJ decide contra fusão entre Oracle e PeopleSoft

2004-02-09 - PeopleSoft recusa proposta de 9,4 mil milhões de dólares da Oracle

2004-02-05 - Oracle volta a reforçar proposta de compra da PeopleSoft

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.