Num relatório intitulado "IT Forecasts: Spending Recovery in Most Vertical Markets" publicado recentemente, a Gartner Dataquest estima que as despesas mundiais das
empresas em Tecnologias da Informação (TIs) irão ascender aos 2,1 biliões de dólares durante 2003, o que representa uma subida de 4,9 por cento
em comparação com o montante contabilizado no ano passado.

De acordo com aquela companhia de estudos de mercado, os gastos em TIs deverão
aumentar em todos os segmentos verticais de negócio, como finanças, comércio a
retalho, entre outros. Em 2002, o investimento das empresas em tecnologia
diminuiu em três sectores de negócio, ao passo que em 2001, cinco mercados
verticais reduziram os seus orçamentos em TIs.

Os sectores que deverão registar um maior aumento durante 2003 e 2004 são
o governo e a saúde, prevê a empresa de pesquisa. Mas, mesmo estes deverão
apenas assistir a um crescimento percentual de um só dígito. No caso do
governo
federal dos Estados Unidos, "os principais aspectos que estão a contribuir
para um aumento dos investimentos em tecnologia consistem na segurança
interna, no outsourcing e nos projectos de modernização de agências",
refere o estudo da Gartner Dataquest.

Apesar do aumento da despesa do governo federal, as autoridades estaduais e
locais irão gastar menos em TIs devido a crescentes limitações da despesa
impostas pelos défices orçamentais. Na saúde, a Gartner Dataquest indica que a
segurança dos pacientes juntamente com o custo cada vez mais elevado de
fornecer e administrar cuidados de saúde serão os factores que irão
contribuir mais para o investimento em TIs, bem como a rápida alteração do
padrão demográfico e das exigências dos doentes e a tendência para a
padronização e automatização dos processos.

A Gartner Dataquest salienta ainda que um número maior de organizações está a
considerar optar pelo outsourcing, apesar de estimar que os
constrangimentos
colocados pelo orçamento irão limitar os gastos em TIs. Os maiores mercados
verticais globais - serviços financeiros, indústria, governo e comunicações -
irão representar dois terços (67 por cento) das despesas mundiais de empresas
em TIs em 2003. Os serviços financeiros e a indústria irão registar apenas um
crescimento moderado no investimento em TIs durante 2003 e 2004, apesar de se
prever uma retoma dos gastos efectuados pelo sector bancário no
próximo ano.

Notícias Relacionadas:
2002-10-23 - Reduções
de custos empresariais em Tecnologias da Informação no
limite

2002-07-29 - Despesas
em TIs recuperam no fim do ano e chegam ao bilião de
dólares em 2003

2002-03-19 - Empresas
investiram exageradamente em TIs durante 2001

2002-02-25 - Mercado
nacional de TIs cresceu 12% durante 2001

2002-01-04 - IDC
prevê que 2002 será o ano da rápida recuperação das TIs

2001-11-15 - Sector
das TIs recupera em finais de 2003

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.