O PayPal e a Amazon estão a ponderar uma união de forças, de acordo com as revelações feitas à Bloomberg pelo CEO de um dos serviços de pagamentos eletrónicos mais usados no mundo.

As declarações de Dan Schulman parecem indicar que as negociações já decorrem há algum tempo. Contudo, não existe qualquer confirmação da integração do serviço de pagamentos na plataforma da Amazon, que, avança o site noticioso, se absteve de comentar as alegações.

Mas o CEO mostra-se muito confiante, afirmando que a base de utilizadores do serviço está cada vez mais próxima da marca dos 200 milhões e que, com uma dimensão dessas, é quase forçoso que qualquer retalhista queira integrar o sistema na sua plataforma online.

Recorde-se que o PayPal conquistou a sua “independência” em julho de 2015, quando cortou os laços com o eBay, que vinha a perder terreno para rivais como a Amazon e a Alibaba.

Desde então, Schulman tem procurado fazer crescer o número de utilizadores do serviço bem como a frequência com que é usado, e, tendo em conta que a Amazon é um dos grandes nomes do eCommerce, esta “simbiose” faz todo o sentido e alinha-se com os objetivos do executivo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.