Depois de ter anunciado que iria manter o propósito de adquirir a J.D. Edwards, a empresa de software PeopleSoft entregou na passada sexta-feira uma queixa em tribunal contra a Oracle alegando que a proposta de aquisição hostil desta empresa pretende apenas limitar a sua capacidade de concorrer no mercado. A administração da PeopleSoft havia já votado em peso contra a proposta da Oracle e ainda na quinta-feira a J.D. Edwards tinha também processado a Oracle e dois administradores por interferirem no processo de fusão.

O processo da PeopleSoft contra a Oracle foi entregue no Tribunal distrital de Alameda, Califórnia, por alegada utilização de práticas de negócio desleais e interferências na relação da empresa com os seus clientes. O valor de compensações pedido neste processo não foi divulgado.

Já no processo que a J.D. Edwards iniciou na quinta-feira passada, dia 12 de Junho, a indemnização solicitada à Oracle é de 1,7 mil milhões de dólares, sendo alegado que a empresa está a pôr em causa um negócio que trará valor aos accionistas da J.D. Edwards. Este processo estende-se também a dois executivos da Oracle, nomeadamente o presidente Larry Ellison e Chuck Phillips, vice-presidente da empresa.

Entretanto o mercado tem penalizado as acções da PeopleSoft. Na sexta-feira a empresa perdeu 45 cêntimos por acção, aproximando o seu valor facial do proposto pela Oracle para a tomada de controle da sua rival na área de software empresarial.

Notícias Relacionadas:

2003-06-12 - PeopleSoft avança com proposta de compra da J.D. Edwards

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.