Um grupo de seis associações europeias representativas de pequenas e médias empresas enviaram uma carta aberta à Comissão Europeia alertando para a necessidade de dar a esta faixa do tecido empresarial uma voz mais activa na definição das políticas de futuro da UE.



No caso, as associações pretendem integrar a task force criada pela comissão para alinhar a política europeia para as Tecnologias da Informação e Comunicação nos próximos anos, um grupo que apresentará resultados no final deste ano.



As associações acusam a CE de estar a contribuir para criar uma Europa elitista ao trocar ideias apenas com os grandes grupos, deixando de fora as PMEs que representam mais de 80 por cento do mercado comunitário de TIs em valor.



De acordo com os planos já anunciados pela comissária europeia para a Sociedade da Informação, Viviane Reding, a task force irá integrar nomes como a IBM, Intel ou a Cisco.



"A União Europeia tem de se tornar mais inclusiva e menos elitista se quer sobreviver aos desafios da opinião pública nas próximas décadas" refere Pieter Hintjens, presidente da FFII, uma das associações envolvidas na contestação que representa 3500 empresas de tecnologia europeias.



Notícias Relacionadas:

2006-06-06 - Task Force europeia para as TIC apresenta propostas até final do ano


2006-06-01 - PMEs vão beneficiar de 3,6 mil milhões de euros em apoios à inovação

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.