Mais de metade das empresas ouvidas num estudo da IBM afirma ter intenção de reforçar, nos próximos 12 a 18 meses, o investimento em Tecnologias da Informação. Um terço das empresas acredita que as verbas para gastar nesta área se manterão inalteradas em 2011 e apenas 16 por cento espera uma diminuição do orçamento disponível.



As maiores preocupações das empresas, quando planeiam os seus investimentos TI são a segurança, a gestão da relação com o cliente e a gestão da informação, conforme apurou a pesquisa.



Os resultados reflectem-se nas áreas eleitas pelas empresas como as de maior interesse para canalizar os seus investimentos. Incluem-se neste leque as soluções de analítica, cloud computing, colaboração, mobilidade ou relacionamento com clientes, assegura o documento.



De acordo com a mesma fonte, 70 por cento das PMEs estão a adquirir tecnologia de analítica, com o objectivo de melhor compreender os clientes e tomar decisões de negócio mais eficazes. Uma percentagem ainda maior (75 por cento) pretende fazer nos próximos meses um upgrade aos seus sistemas core de TI. O objectivo é melhorar o desempenho, confiança e segurança.



Outra área fortemente destacada pelo estudo é a do cloud computing, sendo que dois terços das empresas planeiam investir durante este ano, ou estão já a fazê-lo nesta altura. As principais expectativas em torno do modelo cloud são a possibilidade de reduzir custos, melhorar a gestão de TI e aumentar a redundância e disponibilidade dos seus sistemas.



O estudo da IBM, Inside the Midmarket: A 2011 Perspective, ouviu mais de duas mil pequenas e médias empresas em mais de 20 países.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.