O programa de aceleração de startups de dados Data Market Services Accelerator (DMS Accelerator) quer ajudar as startups e pequenas e médias empresas nesta área. Depois de já ter apoiado 50 empresas no desenvolvimento e aceleração dos negócios, o consórcio europeu do qual faz parte a Bright Pixel, tem 50 vagas abertas para uma segunda call. As candidaturas encontram-se abertas até 31 de maio.

De acordo com a consultora McKinsey, apesar de 90% dos dados digitais terem sido gerados apenas nos últimos dois anos, apenas 1% deles foram analisados. E é com o objetivo de encontrar projetos que tirem partido deste crescente volume de informação e que consigam traduzi-lo em novas perceções para a sociedade e o tecido empresarial, que o DMS Accelerator decidiu lançar uma nova call.

75 startups portuguesas foram convidadas para a "gémea" do Web Summit na América do Norte. Mas em formato online
75 startups portuguesas foram convidadas para a "gémea" do Web Summit na América do Norte. Mas em formato online
Ver artigo

Em comunicado, Benjamin Júnior, cofundador da Bright Pixel, fala numa "indústria de dados em constante crescimento" e com "o potencial da sua aplicabilidade ainda a afirmar-se". Por isso, o também responsável pela representação da empresa no consórcio explica que o objetivo passa por "incentivar e impulsionar o terreno de experimentação aplicada”.  “Através da utilização de diferentes tecnologias, podem ajudar a criar uma nova realidade nas empresas nesta era pós-COVID”, considera.

Enquanto investidora, a Bright Pixel irá ajudar as equipas participantes no DMS Accelerator na relação com potenciais investidores, na criação do plano de negócios e em questões relacionadas com o crescimento da empresa. Irá também ceder uma parte do espaço do seu escritório em Lisboa para startups que queiram explorar o mercado português.

Os projetos selecionados terão ainda acesso a mais serviços disponibilizados pelos restantes parceiros europeus que compõem o consórcio. Programas de aceleração e incubação, participação em eventos de referência, como a TNW Conference, mentoria e formação em propriedade intelectual são algumas das áreas disponíveis.

Com início em janeiro de 2019, o DMS Accelerator apoiou as primeiras 50 startups durante seis meses. Durante esse período, realizaram-se mais de 30 webinars, três cursos de data skills e mais de 40 reuniões com investidores. Em termos monetários, obteve-se cinco milhões de euros em investimento privado e financiamento público, registando-se também um alargamento das equipas de 60% das startups participantes. O programa decorrerá até final de 2021 e pretende apoiar, no total, 150 empresas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.