O cenário não parece o mais provável, mas ainda assim é considerado como uma hipótese que os acionistas devem conhecer para poderem decidir em consciência a venda - ou não - da PT Portugal aos franceses da Altice. Foi por isso que o presidente da mesa da Assembleia Geral de acionistas da PT SGPS, Menezes Cordeiro, pediu um estudo onde seja avaliado o impacto financeiro que resultaria do cancelamento da fusão da PT SGPS com os brasileiros da Oi.



De acordo com o Diário Económico o estudo foi pedido ao Novo Banco, um dos principais acionistas da PT SGPS. Mas não é só o cenário de anulação da fusão que será detalhado: o estudo vai ainda analisar outras possibilidades de resolução do acordo de fusão entre a PT SGPS e a Oi.



A acontecer a anulação teria como argumento base a ideia de que houve uma alegada quebra de contrato por parte da Oi, mas esta hipótese parece ter pouca força já que os acionistas vêm a venda da PT Portugal como um encaixe financeiro importante – atualmente avaliado em 7,4 mil milhões de euros.



A decisão de venda da PT Portugal à Altice já esteve para ser votada na segunda-feira, 12 de janeiro, mas por ter sido considerado que os acionistas não tinham toda a informação crítica disponível a Assembleia Geral foi adiada por 10 dias, estando agora marcada para 22 de janeiro.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.