As receitas do Serviço Móvel de Telecomunicações deverão este ano atingir os 3.355 milhões de euros, sendo que 3,2 por cento desse valor vai resultar do tráfego 3G. As estimativas do relatório anual da Reportium XXI Consulting apontam para que nos próximos anos o sector possa passar para crescimentos de um digito, resultado da saturação do mercado. Ainda assim, os SMS e MMS vão continuar a desempenhar um papel fundamental na angariação das receitas até 2008. As previsões de crescimento anual da facturação para os próximos três anos é de 4,4 por cento.



As mesmas previsões indicam que a receita média mensal por cliente aumente 1,6 por cento já em 2005, resultado de uma crescente utilização dos serviços de dados. Em 2008 o ARPU - que no ano passado ascendeu a 25,1 euros - deverá fixar-se nos 28,2 euros, mais 12,3 por cento que o registado em 2004.



Em 2004 as receitas móveis tiveram um peso de 47,4 por cento no total do sector em Portugal, o maior de sempre. De acordo com os números da Reportium XXI Consulting o segmento móvel facturou no ano passado 3.204,4 milhões de euros através da prestação de serviços e excluindo as receitas que resultam da venda de equipamentos. Face ao ano anterior, as receitas acumuladas pelos três operadores móveis aumentaram 7 por cento, quando no ano antes tinham melhorado 4 por cento.



A consultora destaca ainda o facto de, ao longo do ano passado, a Vodafone ter ultrapassado a TMN em número de adições líquidas de cartões SIM ao angariar 337.816 novos clientes. No mesmo período, a TMN adicionou à sua base 166.617 novos clientes e a Optimus perdeu 177.082. Esta situação resulta de uma análise feita pelo terceiro operador que culminou na eliminação de todas as contas não activas há menos de seis meses.



Notícias Relacionadas:

2005-09-29 - Mercado nacional de TI deverá valer 6,2 mil milhões de euros no final deste ano

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.