A eMarketer estima que as redes sociais online gerem 900 milhões de dólares (cerca de 665 milhões de euros) em receitas publicitárias durante este ano, só nos Estados Unidos, escreve a AFP. As previsões indicam ainda que nos próximos três anos os proveitos vão quase triplicar chegando aos 2,5 milhões de dólares em 2011.



Os resultados esperados são o reflexo do crescimento destas comunidades, que contam com cada vez mais membros, e do aumento sobre as redes especializadas. Neste sentido, o MySpace e o Facebook, que são os principais lideres deste segmento - juntos detêm 72 por cento da quota de mercado das redes sociais - deverão angariar, respectivamente, investimentos de 525 milhões de dólares e 125 milhões de dólares.



A consultora adianta que o fenómeno das redes sociais vai manter-se por estas serem "um conceito poderoso [...] que causou um impacto enorme na Internet e na forma como as pessoas as utilizam", principalmente através da criação de conteúdos por parte dos internautas e pela visibilidade que dá às produções.



O investimento em redes sociais começa também a ser comum entre as grandes empresas. O MySpace foi adquirido em 2005 pela News Corp. que investiu 580 milhões de dólares no negócio. Por sua vez, a Facebook é alvo de interesse de diversas empresas. Recentemente a Yahoo manifestou o interesse em comprar a comunidade por mil milhões de dólares mas a proposta foi recusada.



Notícias Relacionadas:

2007-03-19 - Popularidade de redes sociais continua em movimento ascendente

2006-03-13 - Conectividade e comunicação marcam comportamento de adolescentes SuperConectores

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.