A informação pessoal de perto de 650 mil clientes da J.C. Penney e de outras cem retalhistas pode estar em risco de cair nas mãos erradas depois de ter sido detectada a falta do suporte magnético em que haviam sido gravadas. De acordo com a GE Money, que gere as operações referentes a cartões de crédito da J.C. Penney e de outras lojas, informou que entre os dados desaparecidos estão incluídos os números de segurança social de quase 150 mil pessoas.



Todos os registos estavam gravados num suporte magnético de um computador que desapareceu em Outubro. A plataforma estava guardada nas instalações da Iron Mountain, que se dedica ao armazenamento deste tipo de suportes de informação. Contudo, não há qualquer registo que dê como certa a saída da fita magnética das instalações.



Um porta-voz da GE Money refere que, até aqui, não há qualquer indício de que o suporte tenha sido roubado. Da mesma forma, salienta que também ainda não foi reportado nenhum caso de actividade fraudulenta nas contas dos clientes em questão.



De acordo com a Associated Press, a GE Money não revela quais são os outros retalhistas afectados mas assegura que a empresa está a financiar a monitorização das contas dos clientes cujos números de Segurança Social constavam na plataforma desaparecida.



São incidentes como este que dão origem às preocupações dos consumidores relativamente a casos de fraude. O Identity Theft Resource Center informou que no ano passado, nos Estados Unidos, o número de casos de roubo de identidade reportados aumentou seis vezes, ascendendo aos 125 milhões de incidentes.



Notícias Relacionadas:

2007-03-30 - Hackers roubam informações de 45,7 milhões de cartões de crédito

2006-12-18 - Roubo de identidade já afectou mais de 100 milhões de norte-americanos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.