A Samsung foi entre junho e setembro a empresa que mais dispositivos com ligação à Internet enviou para os canais de distribuição, com 66,1 milhões de computadores, tablets e smartphones expedidos. A Apple aparece em segundo lugar com 45,8 milhões de dispositivos enviados aos retalhistas.

A empresa sul-coreana e a norte-americana têm respetivamente 21,8% e 15,1% da quota de mercado de smart connected devices, designação dada pela IDC aos dispositivos englobados na análise. No espaço de um ano a Samsung conseguiu um crescimento de 97,5%, enquanto a Apple evoluiu 38,3%.

As duas tecnológicas lideram o ranking de dispositivos com ligação à Internet expedidos muito por causa do volume que smartphones e tablets representam nas estratégias das empresas, e não tanto pelo ramo dos computadores.

Ainda que esteja em queda, o mercado dos PC deu à Lenovo o terceiro lugar no ranking elaborado pela IDC, com 21,1 milhões de dispositivos enviados para o comércio numa quota de mercado de 7% e num crescimento anual de 60% - a empresa tem crescido bastante no mercado móvel, mas sobretudo no continente asiático.

[caption]IDC smart connected devices chart1[/caption]

A HP e a Sony fecham o top 5 das empresas que mais envios fazem para o retalho, mas as duas com evoluções diferentes relativamente a 2011. A HP baixou 20%, muito por causa da "exclusão" do mercado dos smartphones, enquanto a linha Xperia da Sony ajudou a marca nipónica a crescer 25%.

As restantes marcas tecnológicas e que ficaram fora dos cinco primeiros lugares, foram responsáveis pelo envio de 145,6 milhões de computadores, tablets e smartphones, e representaram 48% dos 303,6 milhões de smart connected devices expedidos no terceiro trimestre de 2012. Comparativamente ao ano passado, a procura destes dispositivos cresceu 27%.

Samsung vende mais, mas Apple vende melhor

Apesar da liderança de dispositivos expedidos, e teoricamente vendidos, pertencer à Samsung, a Apple conseguiu mais receitas que foram avaliadas pela IDC em 34,1 mil milhões de dólares. Mesmo vendendo menos 20 milhões de dispositivos que a Samsung, o preço médio de venda de cada produto da Apple foi no terceiro trimestre de 744 dólares, um valor bem superior aos 434 dólares que a empresa sul-coreana conseguiu em média com a venda de cada dispositivo.

Ao todo o mercado de smart connected devices rendeu 140 mil milhões de dólares, e as previsões para o quarto trimestre de 2012 apontam para um aumento no volume de dispositivos expedidos e consequentes receitas. A época natalícia e a atual tendência de smartphones e tablets vão ser os principais motores do negócio.

A IDC projetou ainda a evolução do mercado até ao ano de 2016. Tal como se pode ver pelo seguinte gráfico, os smartphones vão dominar os smart devices vendidos, seguidos pelos tablets. Os computadores portáteis e os desktop vão ter as vendas estagnadas no tempo, fruto da maior portabilidade e funcionalidade dos dispositivos móveis. Curiosamente a empresa de análise acredita que o preço médio por dispositivo vá cair cerca de 150 dólares no espaço de cinco anos, dos 534 dólares em 2011 para os 378 dólares em 2016.

Chart: Worldwide Smart Connected Devices Market Forecast Unit Shipments (Millions), 3Q 2012Description: The data in this chart comes from the following IDC Trackers: WW Quarterly PC Tracker, WW Quarterly Tablet Tracker, and WW Quarterly Mobile Phone Tracker. PC data includes Desktop PCs and Portable PCs. Tablet data does not include eReaders. Mobile Phone Data does not include Feature Phones. For further information contact Kathy Nagamine at knagamine@idc.com.Tags: Smart, Connected, Devices, Q3, 2012, 3Q, PC, Tablet, Smartphone, IDC, Apple, Samsung, Galaxy, Nexus, Mobile, Phone, notebook, tracker,phone, market, size, share, forecast, predict, shipment, laptopAuthor: IDCcharts powered by iCharts


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.