O custo com os semáforos tradicionais em Lisboa é atualmente de mais de um milhão de euros, um valor que vai diminuir muito significativamente com a intervenção planeada.

“A mudança vai traduzir-se numa poupança de cerca 95% na fatura energética do município de Lisboa com uma redução de encargos de 850 mil euros por ano”, segundo Carlos Oliveira, CEO da Soltráfego, empresa que venceu o concurso público internacional que adjudica a substituição das cerca de 20 mil lâmpadas convencionais nos semáforos da cidade de Lisboa.

Num comunicado à imprensa, o responsável acrescenta que, além de contribuírem para a otimização da eficiência e desempenho energético, os novos semáforos vão garantir maior visibilidade e ausência do chamado “efeito fantasma”, resultante da incidência de luz solar no semáforo, que produz a falsa sensação de que um foco desligado está iluminado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.