A Sonaecom encerrou os três primeiros meses do ano com um lucro líquido 96,8 por cento inferior ao registo entre Janeiro e Março do ano passado. No período em questão o grupo lucrou 100 mil euros, menos que os 4,2 milhões lucrados no período homólogo e mais que 5,2 milhões de euros de prejuízos apurados no trimestre anterior.



No mesmo período as receitas mantiveram-se nos 196,6 milhões de euros e os resultados operacionais caíram 47 por cento para os 6,5 milhões de euros. O EBITDA caiu 11,3 por cento para os 39 milhões de euros e os custos operacionais aumentaram 3,2 por cento, fixando-se nos 157,3 milhões de euros.



O investimento de capital desceu 12,9 por cento para os 36,1 milhões de euros, sendo que quase metade (40,5 por cento) foi aplicado ao desenvolvimento da rede de terceira geração e à sua actualização para HSDPA.



O investimento na nova oferta triple play captou apenas dois por cento do capex disponível, mas o grupo garante que o piloto à tecnologia de IPTV se manteve, bem como os planos para avançar comercialmente com o serviço no segundo semestre deste ano.
O relatório e contas revela que uma das principais dificuldades para a construção de uma oferta comercial de IPTV foi já ultrapassada com a celebração de acordos que permitirão oferecer os canais explorados pela PT. Recorde-se que as negociações com a PT vinham decorrendo desde meados do ano passado, sem resultados.



Por agora estão assegurados a SIC Notícias, SIC Radical, SIC Comédia e Sport TV. Falta chegar a acordo relativamente aos canais de cinema comercializados com a marca Lusomundo, avança hoje o DN.



Para os resultados contribuíram negativamente as performance da Sonaecom Fixo, que tal como a Optimus, desde Dezembro de 2005 passou a estar 100 por cento integrada nos resultados consolidados do grupo. Além disso, o grupo refere a redução das tarifas de terminação móveis e a descida continuada do tráfego proveniente de operadores fixos.



A Novis fechou o trimestre com um volume de negócios de 44,5 milhões de euros, num crescimento de 21,5 por cento, mas acumulou uma queda de 104 por cento no resultado líquido que se traduziu num prejuízo de 8,8 milhões de euros.



Ainda assim, o operador aumentou o número de clientes directos para os 154 mil, num crescimento de 60,4 mil face ao último trimestre do ano passado. As receitas de acesso directo passaram a pesar 57 por cento no total facturado, contra os 29,6 por cento registados no primeiro trimestre do ano passado.



A Optimus também aumentou o número de clientes para os 2,4 milhões, num crescimento de 11,6 por cento, embora tenha reduzido a receita média por cliente (ARPU) em 12,9 por cento para os 19,3 euros.



A terceira operadora móvel obteve no trimestre um volume de negócios na ordem dos 141,2 milhões de euros, numa descida de 3,8 por cento, enquanto as receitas operacionais se fixaram nos 103,8 milhões de euros, menos 3,6 por cento que em igual período do ano passado. As receitas de dados representam já mais de 13 por cento das receitas totais da operadora que no período melhorou o seu resultado líquido em 38,3 por cento para os 15,8 milhões de euros.



Na mensagem que abre o relatório e contas Paulo Azevedo, presidente do grupo, refere-se à oferta pública de aquisição sobre a Portugal Telecom para dizer que aguarda uma decisão da Autoridade da Concorrência para Julho e reafirmando que o valor oferecido é justo e representa um prémio significativo "face a transacções comparáveis de Incumbentes".



Paulo Azevedo considera ainda que a resposta da PT á oferta da Sonae com a promessa de uma maior remuneração accionista assenta em "expectativas difíceis de alcançar, tendo em conta a nova realidade do mercado de telecomunicações português, com uma maior concorrência, impulsionada pela determinação do Governo em implementar a separação da rede de cabo".



Notícias Relacionadas:

2006-02-07 - Sonae quer liderança forte para PT e parcerias internacionais inequívocas

2005-07-29 - Sonaecom justifica resultados com impactos externos negativos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.