A forte competitividade que se faz sentir no mercado dos videojogos levou a Sony a anunciar que em breve poderão ser dispensados cerca de 160 colaboradores da unidade de jogos da empresa na Europa.



Com o corte de pessoal a fabricante espera concentrar os esforços da equipa na produção de equipamentos e conteúdos mais interactivos e sofisticados, um objectivo que poderá aumentar o nível concorrencial no mercado, afirma Nanako Kato, porta-voz da Sony citada pela AFP.



A mesma fonte salienta que o número definitivo de trabalhadores a dispensar ainda não está totalmente decidido. Porém, os referidos 160 postos de trabalho a eliminar são o número máximo de despensas que a empresa pensa vir a fazer.



Actualmente a equipa da divisão de jogos da Sony na Europa conta com aproximadamente 1.900 colaboradores, diz a AFP.



Responsável pela produção da PS3 já tornou públicos os dados referentes às vendas da mais recente consola de próxima geração a sair para o mercado. Em menos de um mês já foram comercializadas 800 mil unidades em todo o território europeu, um número que, de acordo com Howard Stringer, CEO da Sony na Europa, bate os recordes de vendas na área da electrónica já que, nos dois primeiros dias, só no Reino Unido foram facturados mais de 147 milhões de euros em vendas da PS3.




Notícias Relacionadas:

2007-04-17 - Sony considera lançamento de nova versão da PlayStation com maior capacidade

2007-04-13 - PS3 de 20GB descontinuada pela Sony por falta de adesão dos consumidores

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.