No próximo ano serão investidos em tecnologia 3,6 biliões de dólares - na medida britânica 3,6 trillions - o equivalente a 2,7 biliões de euros. A estimativa é do Gartner Group, que desta forma antecipa uma crescimento de 5,1 por cento para a despesa global com TI, em 2011.



De sublinhar que a previsão anterior da consultora apontava para um crescimento do mercado na ordem dos 3,5 por cento. Os novos números apontam para um crescimento mais significativo mas, mesmo assim, mais tímido que o registado entre 2009 e 2010, quando a despesa global com TI aumentou 5,4 por cento, para 3,4 biliões de dólares.



Por áreas, a consultora espera que as despesas associadas a hardware cresçam 7,5 por cento, para 391,3 mil milhões de dólares. Os gastos com serviços de telecomunicações devem crescer 3,4 por cento, para 1,65 biliões de dólares. Os gastos com serviços de Tecnologias de Informação também se espera que aumentem, neste caso, 4,6 por cento, para 817,9 mil milhões de dólares.



Recorde-se que em Dezembro também a IDC apresentou as suas previsões para os gastos com Tecnologias da Informação em 2011. Como o TeK escreveu na altura, a consultora antecipa que em 2011 os gastos com TI atinjam 1,6 biliões de dólares, num crescimento de 5,7 por cento.



A recuperação mundial do sector é o factor apontado por ambas as analistas, que também partilham a convicção de que esta recuperação não acontecerá de forma igual em todas as regiões do globo.




Nota da Redacção: A notícia foi alterada para esclarecer a dúvida habitual dos leitores entre os sistema de ordem dos números britânico (e também americano e brasileiro) e o português. Os cálculos da Gartner dizem respeito a trillion dollars, o que traduzido para o sistema português se refere a biliões de dólares.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.