As empresas de serviços financeiros e os operadores de telecomunicações são os primeiros a adoptar a maioria das tecnologias electrónicas na Europa, e estas mesmas duas indústrias verticais deverão contribuir para o definitivo crescimento dos serviços ligados à Internet no final de 2004, de acordo com um novo estudo do Yankee Group, divulgado pelo portal Europemedia.



No continente europeu, as grandes multinacionais estão, segundo o Yankee Group, a investir na consolidação de múltiplas instâncias de aplicações e de sistemas proprietários. A consultora explica que as empresas que crescerem externamente através de fusões e aquisições poderão obter benefícios dos serviços Web, com os custos de integração a diminuírem em 50 ou 66 por cento, e os custos de transacção a baixarem de igual forma. Tal poderá resultar numa gestão melhorada do canal, maior produtividade por funcionário, melhor serviço ao cliente e uma aumentada fluidez de dados e informação, garante o Yankee Group.



Actualmente, a maioria das iniciativas ligadas ao serviços Web estão a ser implementadas internamente, salienta a consultora, à medida que as empresas testam o terreno para perceber qual a melhor forma de aproveitar esta nova classe de tecnologias. As fabricantes de software têm efectuado esforços para promover os serviços Web, já que estes surgem como uma nova fonte de receita e são a chance dessas mesmas fabricantes se reposicionarem depois do fiasco dotcom.



Notícias Relacionadas:

2002-05-22 - Broadnet lança serviços de Internet para mercado empresarial nacional

2002-04-05 - HP aposta nos serviços Web com novos lançamentos para o HP Netaction

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.