A TomTom avançou com uma acção contra a NDrive num tribunal de Amesterdão, com o objectivo de proibir a empresa portuguesa de licenciar os mapas da TeleAtlas - de quem é actualmente detentora - a terceiros.

A empresa holandesa, que comprou a Tele Atlas em 2008, põe em causa a legalidade do modelo de sub-licenciamento utilizado, alegações que a administração da NDrive considera não terem qualquer fundamento.

"O contrato celebrado entre a Tele Atlas e a NDrive reconhece expressamente que a empresa portuguesa tem o direito de determinar de forma independente a sua política de preços", refere-se num comunicado.

Na nota enviada à imprensa, a NDrive faz ainda questão de salientar que "acredita na elasticidade dos preços, e está firmemente empenhada em massificar as soluções de navegação por GPS".

Recorde-se qua a compra da Tele Atlas pela TomTom chegou a merecer a atenção especial por parte da Comissão Europeia que, apesar das dúvidas iniciais que levaram à abertura de uma investigação aprofundada, acabou por aprovar o negócio em Maio de 2008.

O executivo europeu concluiu que a fusão não iria afectar o mercado dos sistemas de navegação na Europa, nem em termos de inovação nem ao nível da concorrência, beneficiando os consumidores.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.