A Ericsson anunciou que a venda da sua unidade de chips à Infineon, produtora alemã de semicondutores, vai ser realizada em acções e não em dinheiro passando assim as duas empresas a parceiras estratégicas de negócio. Na sequência desta comunicação, as acções da empresa fabricante de telemóveis cairam perto de 10 por cento.

"Os investidores estavam claramente à espera que a Ericsson vendesse a sua unidade de microelectrónica em troca de dinheiro e não que a Infineon pagasse em acções já que o mercado está em queda", salienta um corretor sueco em declarações à agência Reuters.

Numa tentativa de voltar a obter lucros a fabricante sueca colocou à venda as suas unidades de microelectrónica e de cabo focando-se agora no seu negócio principal esperando assim que a empresa resista à recessão que se tem vindo a sentir neste mercado.

O director executivo da Infineon, sublinhou a propósito que "esta parceria estratégica vai fortificar significativamente o negócio de comunicações" e que a Infineon vai ser um parceiro estratégico da Ericsson no negócio wireless.

Actualmente com um cash flow negativo, a Ericsson pediu 3,1 mil milhões de dólares em novos fundos aos seus accionistas na tentativa de ultrapassar um dos piores momentos da indústria, mas a retoma de um cash flow positivo só está prevista para 2003.

Notícias Relacionadas:
2002-06-07 - Infineon à beira de adquirir unidade de microelectrónica da Ericsson

2002-04-22 - Ericsson vai despedir 20 mil funcionários devido a maus resultados financeiros

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.