A Alphabet, empresa mãe da Google, chegou a valer mais de 2 biliões de dólares, esta segunda-feira. O número acabou por cair e estabilizar na ordem dos 1,98 biliões de dólares, com o valor da ação a rondar os 2.987 dólares. Importa notar que o valor de mercado da gigante norte-americana atingiu um bilião em janeiro do ano passado.

No terceiro trimestre de 2021, a Alphabet registou 65,1 mil milhões de dólares em receitas, estabelecendo um novo recorde para a empresa. O número representa um salto de 41% nas receitas geradas, em comparação com o período homólogo, e um aumento de 69% nos lucros.

Os produtos mais mediáticos da Alphabet acompanharam o ritmo de crescimento da empresa. Os lucros do Google Search, por exemplo, atingiram os 35,8 mil milhões, ao passo que os do Google chegaram aos 7,2 mil milhões de dólares.

Intrinsic: Nova empresa da Alphabet quer tornar os robots mais baratos e acessíveis às empresas
Intrinsic: Nova empresa da Alphabet quer tornar os robots mais baratos e acessíveis às empresas
Ver artigo

A tendência é transversal a quase todo o mercado das tecnológicas. Durante a fase mais aguda da pandemia, as empresas deste segmento beneficiaram com a digitalização de muitos locais de trabalho que recorreram a software e hardware para conectar trabalhadores remotos. No caso da Google, a receita disparou principalmente nos departamentos de armazenamento em cloud e de anúncios digitais.

A empresa está prestes a juntar-se ao clube dos 2 biliões, do qual já fazem parte a Apple e a Microsoft. Por enquanto, falta-lhe estabilizar-se acima desta fasquia.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.