As vendas globais de tablets vão aumentar 261,4% este ano, segundo as últimas estimativas da Gartner. Em 2011, o número de equipamentos vendidos deverá chegar às 63,6 milhões de unidades, quando em 2010 se situava nos 17,6 milhões.

De acordo com as previsões da empresa de estudos de mercado - e contrariando a tendência para abrandamento reportada pela IDC em Julho - as vendas deverão manter a tendência de "forte crescimento" nos próximos quatro anos, atingindo os 326,3 milhões de unidades em 2015.

O iPad, da Apple, mantém, em 2011, a liderança incontestada do mercado, com uma quota de 73,4%. Embora inferior aos 83% que garantia em 2010, encontra-se confortavelmente acima da concorrência, onde nenhum dos equipamentos deverá ser capaz de conseguir arrecadar uma fatia superior a 5% durante o presente ano.

Segundo as estimativas dos analistas, "a Apple deverá manter a liderança do mercado durante todo o período analisado, assegurando uma quota de mercado de 50% até 2014".

Numa análise que reúne os equipamentos comercializados pelas diferentes fabricantes que recorrem à plataforma, espera-se que os tablets Android atinjam os 11 milhões de unidades, com o sistema operativo a representar assim 17,3% do segmento.

A percentagem agora avançada encontra-se ligeiramente acima da registada em 2010 (14,3%), mas representa uma descida face às últimas previsões divulgadas pela Gartner, que colocavam a fasquia nos 28%.

Preços elevados, fraco interface de utilização e um número limitado de aplicações para tablets são os fatores apontados pelos analistas para o pouco interesse que os dispositivos Android suscitam entre os consumidores.

Realçam, no entanto, que "a Google deverá resolver o problema da fragmentação do Android entre smartphones e tablets com o lançamento da próxima versão do sistema operativo", esperado no último trimestre deste ano. A novidade, aliada à forte aposta das fabricantes na plataforma e significativa comunidade de programadores, terão um papel importante para o sucesso do ecossistema Android.

Os analistas mencionam ainda o sistema operativo QNX, da RIM, como uma "plataforma promissora", mas ainda numa fase inicial de desenvolvimento, onde o principal desafio reside em atrair o interesse dos programadores.

Escrito ao abrigo do Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.