A Via Net.Works Portugal acaba de anunciar que conseguiu no primeiro trimestre de 2002 um crescimento de treze por cento nas receitas relativamente ao previsto e ainda uma redução de 8 por cento relativamente aos custos directos e de 9 por cento nos custos operacionais.

De acordo com Pedro Edris Sousa, Director Geral da Via Net.Works Portugal, "durante o segundo trimestre a empresa finalizará o processo de reestruturação que prevê a maximização dos seus recursos internos e um aumento da eficácia da rede".

Também a Via Net.Works, anunciou ter atingido no final do primeiro trimestre de 2002 receitas acima das expectativas na ordem dos 20,2 milhões de dólares representando um ligeiro crescimento relativamente ao último trimestre do ano transacto, que se situava nos 19,8 milhões de dólares.

Os produtos e serviços de Internet de valor acrescentado representam quarenta e seis por cento da facturação deste trimestre sendo que quarenta e sete por cento da facturação conseguida é referente a serviços de acesso empresarial e sete por cento é atribuído a serviços de acesso residencial.

A empresa espera continuar a reduzir as suas necessidades de tesouraria durante o segundo trimestre de 2002 para aproximadamente 14,6 milhões de dólares, ao contrário dos 16 milhões conseguidos nos primeiros três meses do ano. Se tudo correr conforme o previsto, a Via conseguirá encerrar o trimestre com disponibilidades de aproximadamente 107,2 milhões de dólares.

Notícias Relacionadas:

2002-03-03 - A segurança é uma questão de atitude e não de investimento

2002-02-20 - Via Net.Works explica de que forma as empresas devem proteger a sua segurança (corrigida)


2001-02-22 - A segurança informática "é um trabalho a tempo inteiro"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.