A Vodafone Portugal conseguiu em 2006 aumentar a sua quota no mercado português pelo terceiro ano consecutivo, subindo para os 36,3 por cento em clientes e 39,2 por cento em serviços, garante a empresa em comunicado. No ano fiscal que terminou em Março, a empresa registou receitas totais de 1.366 milhões de euros.

No total do ano a Vodafone Portugal conseguiu angariar 475 mil novos clientes, 132 mil dos quais no período entre Janeiro e Março de 2007, como a empresa já havia comunicado no início deste mês.

Em comunicado a operadora móvel regista que este foi o terceiro ano consecutivo de ganhos de quota no mercado nacional, aumentando em 4,9 pontos percentuais a sua quota de mercado de Receitas de serviços e em 4,6 pontos percentuais a sua quota de mercado de Clientes desde 2003.

"Apesar das reduções nas tarifas de interligação verificadas, as receitas de serviços da Vodafone Portugal aumentaram 5,9% no seu ano de 2006 face ao ano anterior, para 1.246 milhões de euros. A Vodafone foi, assim, o operador que mais cresceu no mercado móvel português, cujo crescimento não foi além de 1,6% no mesmo período", nota o mesmo documento.

O Grupo Vodafone comunicou hoje os seus resultados anuais, com uma facturação total de 31,1 mil milhões de libras esterlinas (cerca de 45,7 mil milhões de euros) no ano findo em 31 de Março de 2007. Presente em 63 países, incluindo 25 participações e 38 redes parceiras, o Grupo alargou em 2006 a sua base mundial para 206,4 milhões de Clientes (proporcionais).

Notícias Relacionadas:

2007-05-10 - Vodafone fecha primeiro trimestre com 132 mil novos clientes

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.