Com o acordo com a Microsoft aparentemente afastado de forma definitiva, a Yahoo anunciou ontem à noite uma aliança com a Google para a gestão da publicidade online. Este acordo era um dos cenários avançados para contrariar a intenção da empresa de Steve Ballmer de assumir o controle do portal Internet e poderá ajudar a acalmar os ânimos dos accionistas, descontentes com a falta de acordo com a Microsoft e o prémio financeiro que esta garantia pela compra das acções.

Depois de um reatamento de negociações em Maio, a Yahoo tinha anunciado também ontem que não tinha conseguido persuadir a Microsoft a renovar a sua oferta de 33 dólares por acção, o que terá levado a administração a desistir de qualquer tentativa de acordo posterior.

O acordo agora anunciado com a Google permite à Yahoo usar alguns anúncios pagos do Google nos seus sites dos Estados Unidos e Canadá. Segundo informação divulgada pela empresa, este acordo pode aumentar em 800 milhões de dólares as receitas da Yahoo, mas existe o receio de que as autoridades se oponham ao negócio dada a posição dominante da Google neste mercado.

Vários meios de comunicação internacionais afirmam que o acordo com a Google não foi suficiente para apaziguar a desilusão dos investidores, o que fez com que as acções da Yahoo perdessem 85 cêntimos, o que corresponder a 3,6 por cento do seu valor, após a abertura da sessão de bolsa esta manhã.

Notícias Relacionadas:
2008-05-19 - Microsoft e Yahoo reatam negociações com novos objectivos
2008-05-06 - Yahoo disposta a nova negociação com a Microsoft

2008-02-01 - Yahoo chumba proposta da Microsoft

2008-02-04 - Google quer ajudar Yahoo a lutar contra OPA da Microsoft
2008-02-01 - Microsoft quer comprar Yahoo por 44,6 mil milhões de dólares

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.