Esta fusão permite às duas empresas abordar o mercado de forma conjunta, com alternativas de oferta Cloud e On Premise, nas quais eram complementares.

A YET encontra-se presente nos setores do retalho, saúde, indústrias farmacêutica e automóvel e foi fundada em 2009. Num comunicado divulgado à comunicação social, o diretor geral da empresa considera que esta aquisição “representa um novo impulso na abordagem ao mercado”.

Especializada no desenvolvimento de aplicações de desmaterialização de documentos, a Portugal Informático conta com 25 anos de atividade e tem autarquias do país como alguns dos seus clientes.

Em comunicado, o managing partner da empresa afirma que esta aquisição poderá traduzir-se "numa forte sinergia, o que certamente vai permitir acompanhar os atuais e futuros clientes com uma oferta mais robusta e experiência mais transversal”.

No final de 2018, um inquérito de satisfação junto dos clientes da empresa revelou dados positivos para a YET. Comparativamente com o mesmo estudo de 2017, todos os indicadores atingiram melhores resultados, estando todos acima de 8, numa escala de 0 a 10.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.