De acordo com a informação agora disponibilizada, o ataque terá ocorrido no passado dia 16 de janeiro, altura em que afetou 3% dos clientes de serviços online da empresa, o equivalente a 800 mil clientes, números avançados inicialmente pela revista francesa PC Impact.



Na mãos dos atacantes, que a operadora do grupo France Telecom não sabe ainda quem são, terão ficado, nomes, números de telefone, endereços de email e números de telefone, confirmou já a empresa.



As senhas de acesso ao site Orange.fr, o alvo do ataque, não estarão incluídas no leque de dados aos quais os hackers conseguiram aceder. No entanto a operadora adverte para a possibilidade de ataques que venham a tirar partidos dos dados roubados a meados do mês e avançou por isso com medidas.



No alerta publicado pela empresa, que é uma reação à notícia publicada primeiro pela imprensa, é feita referência a ataques de phishing, através dos quais os autores do ataque consigam aceder a mais dados de cada utilizador, assumindo a sua identidade digital.



Esta possibilidade levou a empresa francesa a fechar temporariamente o acesso dos utilizadores à área pessoal do site, recomendando ainda que estes alterem as suas credenciais de acesso ao site.



A Orange oferece serviços de telecomunicações móveis e fixos. Os utilizadores do site agora atacado são clientes da rede móvel da empresa ou dos serviços triple play, por exemplo.



O roubo de informação online é um problema cada vez mais sério para os gigantes da Internet, que são alvos privilegiados de ataques cada vez mais sofisticados e e mais direcionados para a obtenção de benefícios financeiros.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.