O direito de preferência foi exercido pela maioria dos accionistas da Symbian de forma a aumentarem a sua participação na empresa de desenvolvimento de sistemas operativos para terminais móveis. Desta forma os outros accionistas bloquearam a tentativa da Nokia de superar os 50 por cento de participação, como era seu objectivo desde que a Psion havia anunciado a venda da sua parte.



Em Fevereiro, a Psion - uma das fundadoras do consórcio - anunciou a venda dos seus 31,1 por cento de participação na Symbian à Nokia, o que faria com que a quota da fabricante finlandesa de telemóveis aumentasse para 61,3 por cento, podendo a partir daí assumir o controlo efectivo. O controlo total não aconteceria porque, mediante a atípica estrutura de gestão da Symbian, são necessários 70 por cento dos votos no conselho de administração.



Os outros accionistas da Symbian podiam participar na compra da quota da Psion, direito que exerceram todos à excepção da Samsung, segundo o adiantado pelo Financial Times e que foi hoje confirmado pelo conselho de administração da fabricante, em conferência de imprensa.



A Nokia também aumentou agora a sua quota, passando de 32,2 para 47,9 por cento, mas não chegando aos 50 por cento. Os analistas e os restantes accionistas fundadores que ainda se mantêm no consórcio temiam que uma posição maioritária da Nokia conduzisse à perda de estatuto de independência da empresa, que passaria a ser encarada como uma subsidiária da gigante dos telemóveis.



No mesmo comunicado onde confirma o aumento das participações dos seus accionistas, o conselho de administração da Symbian indica também que os mesmos decidiram investir mais 50 milhões de libras (cerca de 75 milhões de euros) no projecto, numa demonstração de apoio à estratégia e objectivos definidos para a sua actividade.



A Symbian foi fundada pela Psion e pelas fabricantes de telemóveis Nokia, Motorola e Ericsson, todos com partes iguais. Mais tarde a Ericsson "transformou-se" em Sony Ericsson, a Motorola acabou por vender a sua quota e posteriormente a Samsung, Siemens e Panasonic surgiram como novos accionistas.



Notícias Relacionadas:

2004-02-09 - Nokia inicia negociações para adquirir posição da Psion na Symbian

2003-08-29 - Motorola vende posição no consórcio Symbian à Nokia e Psion

2003-08-22 - Resultados da Symbian revelam crescimento de licenciamento de smartphones

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.