A Oi já desmentiu o interesse em vender a PT Portugal e o presidente da empresa portuguesa também garante que não foi informado de intenções neste sentido, mas a Altice assegura que está a trabalhar numa proposta, como aliás tem vindo a ser avançado pela imprensa.



Numa entrevista ao Diário Económico, o responsável máximo do grupo francês aborda o tema falando sempre na PT Portugal como uma empresa que está à venda e até assegura que a Altice foi contactada a propósito do negócio ainda em julho.



Para apresentar uma proposta falta "perceber quais os parâmetros" a considerar, processo que está em curso. "Esta empresa foi uma empresa pública durante muito tempo, há muita informação, estamos a tentar fazer as 20 perguntas que se fazem quando fazemos um investimento tão grande", revela Dexter Goei, acrescentando que "do ponto de vista do comprador estamos prontos". Diz ainda o mesmo responsável que "não sei quando vamos disparar mas vamos fazê-lo em breve".


Dexter Goei também assegura que um investimento da Altice na PT Portugal será de longo prazo e para reforçar a aposta em áreas chave, onde atualmente a companhia não está a investir por falta de capacidade financeira, como a rede de fibra ótica ou o centro de dados da Covilhã.


Na mesma entrevista, o gestor não dá garantias de que se a Altice comprar a PT Portugal o quadro de trabalhadores da empresa se manterá inalterado, mas sublinha que os recursos humanos não são o problema dos custos da PT. Representarão cerca de 9% do valor das vendas, um número que está dentro do habitual.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.