O 4G+ é uma evolução da tecnologia 4G e que já se encontra disponível hoje num conjunto de terminais (topo de gama), permitindo uma largura de banda com uma velocidade de 1GBps, segundo o representante da Altice.

Trata-se de uma evolução “natural do que foi apresentado em 2016” e que vai de encontro àquilo que a Altice classificou como um “data tsunami”, que mais não é que o crescimento daquilo que são os padrões de utilização de conteúdos móveis que, de 2016 para 2017, subiu 250%.

A Altice refere agora que, até ao final do ano, mais de 50% da população de Portugal Continental estará coberta com esta tecnologia, algo que já acontece nas zonas do Algarve, Grande Lisboa e Grande Porto, Santarém, Caldas da Rainha, Peniche, Rio Maior, Santa Maria da Feira, entre outras. Até meados de 2018 prevê alcançar 75% da população portuguesa.

Com uma cobertura de alta densidade no Web Summit a mais de 60 mil pessoas, foram 5 mil as pessoas que,  na sessão de abertura, estiveram a ver a sessão e a fazer live streaming através das redes sociais, sendo esse serviço suportado por 600 hotspots.

Durante a semana em que se realiza o Web Summit em Lisboa, todas as linhas da rede do Metro de Lisboa serão dotadas de 4G+, sendo que a primeira linha onde esta solução será implementada é a linha vermelha.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.