As novas metas foram definidas depois da revisão da velocidade de acesso à internet por parte do regulador das comunicações, e segundo a lógica de um realinhamento a cada dois anos. Por isso a Anacom quer agora que a MEO, NOS e Vodafone aumentem as velocidades disponibilizadas nestas freguesias, que são 480 definidas na sequência do leilão do 4G.

O aumento de velocidade é diferente para as três operadoras, que também já tinham metas diferenciadas que foram definidas em 2016. Segundo o comunicado, na NOS a velocidade sobe de 4 Mbps para 21 Mbps, enquanto na Vodafone passa de 7,2 Mbps para 43,2 Mbps e no caso da MEO manteve-se o valor de 43,2 Mbps.

Operadores têm um ano para levar 4G a 480 freguesias sem Internet. Depois seguem para mais 588
Operadores têm um ano para levar 4G a 480 freguesias sem Internet. Depois seguem para mais 588
Ver artigo

"As novas velocidades reforçam a possibilidade de os utilizadores usufruírem de todas as potencialidades de acesso a dados via telemóvel, incluído streaming de vídeo", refere a Anacom em comunicado, adiantando que esta decisão vai ser submetida a audiência prévia e a consulta pública durante 20 dias úteis.

480 freguesias internet móvel no 4G

A Anacom reconhece que a NOS e a Vodafone vão ter de se adaptar e proceder a ajustes na configuração dos equipamentos de rede, pelo que o regulador fixa "um prazo de três meses para as duas operadoras assegurarem o cumprimento das obrigações de cobertura em conformidade com as novas velocidades".

Nota da Redação: Foi atualizada a informação

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.