A possibilidade tinha sido avançada na imprensa e para muitos analistas a opção era lógica: A Apple já é um dos fabricantes mais bem sucedidos, tem uma linha de smartphones com elevado reconhecimento, e tem liderado algumas mudanças na lógica de utilização dos cartões SIM necessários à ligação a um operador.

Segundo notícias da Business Insider, a Apple estaria a preparar-se para alugar capacidade a uma operadora com rede nos Estados Unidos para operar como operadora móvel virtual (MVNO), oferecendo um serviço sob a sua marca como já fazem muitos outros players nas telecomunicações. As negociações estariam também a decorrer na Europa.

A informação foi porém negada por um porta voz da Apple, que declarou a várias publicações internacionais que não existem planos para lançar um MVNO.

O sucesso do iPhone nos vários mercados onde atua fez com que a Apple tivesse realinhado a sua estratégia desde que lançou o smartphone em 2008. Primeiro a empresa estava focada numa relação privilegiada com alguns operadores específicos, em mercados selecionados, mas atualmente trabalha com todos os operadores possíveis.

No ano passado a empresa lançou um cartão SIM que permite aos consumidores usarem os seus tablets para mudarem de serviços entre operadores de comunicações, mas a possibilidade não está disponível para o iPhone. 

Outros concorrentes, como a Google, têm entrado no mercado das redes de comunicações, sobretudo na disponibilização de fibra e de serviços de Wi-Fi, mas estes negócios parecem para já não estar no radar da Apple.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.