Além de funcionar como câmara, portal de acesso às redes sociais e consola para jogar Pokémon Go, os smartphones também são utilizados nas forças armadas de todo o mundo enquanto parte elementar de algumas missões. À data, o equipamento mais utilizado pela unidade de forças especiais dos Estados Unidos é o Samsung Galaxy Note, mas o modelo está prestes a mudar, avança o site DoD Buzz.

De acordo com esta publicação, que cita uma fonte "não autorizada a falar com a comunicação social", o iPhone 6s será o próximo smartphone a equipar as equipas de operações especiais no terreno, passando a integrar o kit de assalto tático que cada elemento dispõe durante as missões no terreno.

A fonte comentou que esta decisão foi tomada com base na fraca prestação dos telefones Samsung que têm sido utilizados. "O iPhone é mais rápido, mais regular. O Android congela e tem de ser reiniciado muitas vezes", disse a referida fonte à DoD Buzz, especificando que os problemas sentem-se mais na hora de transmitir imagens ao vivo diretamente das câmaras que equipam aparelhos aéreos não tripulados como os drones. Um problema que, de acordo com a fonte, não se verifica no iPhone.

No terreno, os telemóveis são também utilizados para gerir as posições da equipa no terreno, tal como para agilizar processos de reconhecimento e vigilância.
De realçar que, em conversa com o DoD Buzz, a fonte nunca revelou qual o modelo de Galaxy Note que está a ser utilizada pelo exército norte-americano, pelo que tanto pode ser o primeiro, lançado em 2011, como o Note 5, por exemplo, lançado em 2015. 

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.