A AT&T planeia lançar um novo serviço de voz, utilizando a tecnologia de voz sobre Internet, para o qual quer angariar 1 milhão de clientes, nos próximos dois anos, aponta um relatório publicado pelo Wall Street Journal. A tecnologia está em franca expansão nos Estados Unidos, quer no mercado residencial, quer sobretudo no mercado empresarial.



Uma das suas principais vantagens do VoIP passa pela redução de custos, face às despesas de uso do tradicional telefone, para clientes e para operadores, já que permite a integração de serviços voz e dados numa mesma infra-estrutura de Internet.



Nos Estados Unidos esta vantagem é especialmente importante pois evita que os grandes operadores, como a AT&T, vocacionados para o mercado de longa distância, estejam sujeitos às taxas de transporte cobradas pelas operadoras de carácter regional, pelo uso da sua infra-estrutura em determinada área de cobertura. Esta despesa representa, normalmente 20 a 30 por cento dos custos suportados por uma operadora para fornecer serviços localmente. No caso da AT&T sabe-se que são gastos anualmente 10 mil milhões de dólares para aceder às redes das companhias regionais, vulgarmente conhecidas por Bells.



De entre os operadores norte-americanos que já lançaram serviços através da tecnologia VoIP o da AT&T é o mais abrangente, juntando-se a outros operadores de menor dimensão como a Vonage, 8x8 e VoicePulse e muitas das Baby Bells. A maioria destas empresas já dispõem do serviço ou planeiam lançá-lo em breve com preços a rondar os 40 dólares por mês para tráfego de curta e longa distância.



Segundo a notícia avançada pelo mesmo jornal americano, a AT&T começará por lançar o seu serviço de VoIP em três Estados da costa Este dos Estados Unidos. O anúncio formal deverá ser feito hoje, na mesma semana em que a Time Warner Cable divulgou estar a efectuar acordos com a Sprint Communication e com a MCI para expandir a sua oferta de VoIP a novas áreas. Nas zonas onde já disponibiliza este serviço a Time Warner cobra 39,95 dólares mensais para tráfego ilimitado de chamadas de longa e curta distância, mais 10 dólares aos utilizadores que não sejam clientes.



A Qwest Communications International começou a disponibilizar um serviço idêntico, no início desta semana no Estado do Minnesota, mas que por enquanto está disponível apenas para um leque restrito de clientes.



Notícias Relacionadas:

2003-12-03 - Regulador americano pondera regulamentação da VoIP

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.