A unidade de negócio da BT para a tecnologia wi-fi - BT Openzone - vai oferecer aos seus clientes acesso gratuito à Internet a partir de PDAs e laptops. Para ter acesso à oferta os utilizadores terão se registar online no site da operadora durante a Wireless Broadband Week, promovida pela operadora e pela Intel e que decorre entre 26 de Janeiro e 1 de Fevereiro.



A promoção é válida para novos e clientes já existentes e dá acesso a uma semana de comunicações gratuitas nas áreas de cobertura dos 1.700 hotspots públicos da Openzone que abrangem vários restaurantes, hotéis, cafés e aeroportos do país.



Tipicamente, a operadora cobra 8,6 euros por cada hora de utilização do serviço ou, em alternativa, 122 euros mensais com limite de tempo de 50 horas. Michael Jarvis, porta-voz da empresa, explica que a iniciativa é dirigida aos utilizadores que se pretende utilizem mais o serviço, mas também aos restantes fornecedores numa tentativa de os encorajar a levar a cabo iniciativas idênticas ao longo da Wireless Broadband Week.



Juntamente com este anúncio o incumbente inglês introduziu uma tarifa pay-as-you-go do serviço a cerca de 3 cêntimos de euro por minuto e baixou os preços praticados junto de empresas para instalação de acess points dos anteriores 573 euros para 359 euros.



A BT detém apenas 400 wireless points mas, através de acordos com outros fornecedores, disponibiliza aos seus clientes 1.700 pontos espalhados pelo país. Até ao Verão este número deverá subir para 4 mil, noticia o The Register.



Os analistas encaram com reserves a estratégia da BT por considerarem que o mercado potencial de utilizadores da tecnologia é muito reduzido. A Forrester estima que apenas 11 por cento dos utilizadores da Europa Ocidental dispõem de equipamentos portáteis e uma percentagem ainda menor dispõe de equipamentos compatíveis com a tecnologia.



A consultora acredita que o Wi-Fi tem grandes potencialidades em redes domésticas, ou mesmo nas empresas mas é menos optimista relativamente aos pontos de acesso públicos, escreve o Vnunet.


A tecnologia Wi-Fi está também em grande expansão em Portugal, onde algumas operadoras apresentaram já as suas estratégias para esta área, para além de iniciativas como a e-U (para as escolas do Ensino Superior) e outras como a disponibilização da rede no Parque das Nações. Em Portugal as operadoras Wi-Fi têm optado por um período inicial gratuito, que na maioria dos casos ainda se mantém em vigor.



Notícias Relacionadas:

2003-12-18 - British Telecom quer penetração de 100% na banda larga até 2005

2003-12-05 - PT avança com estratégia transversal para o Wi-Fi
2003-11-19 - 13º Congresso APDC - Casanova admite que Optimus não vai avançar no Wi-Fi

2003-11-19 - Wi-Fi em espaço comercial de Aveiro pela mão da Cabovisão

2003-11-10 - Parque Expo inicia projecto Wi-Fi no Parque das Nações

2003-10-08 - Vodafone reforça mobilidade de profissionais com estratégia WLAN

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.