A International Telecommunication Union (ITU), a agência da ONU para o sector, deu o seu aval para o desenvolvimento e adopção de um carregador universal para telemóveis, ou seja, compatível com qualquer modelo que saia para o mercado.

A medida tem vindo a ser falada desde o Mobile World Congress de Barcelona, de Junho passado, quando várias fabricantes se comprometeram em disponibilizar modelos compatíveis com estes carregadores.

Para além de simplificar o mercado, acabando com as dezenas de carregadores diferentes para as várias marcas e modelos, esta iniciativa tem um outro propósito: diminuir o impacto ambiental que a produção e utilização destes periféricos implica. Calcula-se que anualmente se tornem inúteis cerca de 51 mil toneladas de carregadores.

Os futuros carregadores universais vão reduzir em 50 por cento o consumo energético face aos gastos dos dispositivos actuais, garantem os promotores do conceito.

As fabricantes não estão obrigadas a adoptar o carregador, mas segundo a ITU são várias as que já se comprometeram com a medida, nomeadamente a Sony Ericsson que promete oferecer terminais com entradas micro-USB, e por isso compatíveis com o futuro dispositivo, já em 2010.

Nokia, Samsung, LG e Motorola são outras fabricantes que, em Junho, deram o seu apoio ao desenvolvimento deste carregador universal para telemóveis.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.