Arrancou hoje mais uma edição da CeBIT, a maior feira europeia das Tecnologias de Informação e Comunicação, que este ano tem como país convidado Espanha. A Hannover volta este ano um pavilhão português, que agrupa nove empresas. A iniciativa é do Pólo de Competitividade das Tecnologias de Informação, Comunicação e Electrónica, em parceria com a ANETIE e INOVA-RIA.



No stand F40 do Hall 6, dedicado às Learning and Knowledge Solutions, as empresas nacionais lançam a marca Schola.pt, que pretende agregar a oferta tecnológica portuguesa para a área da Educação, como explicava uma nota de imprensa enviada pela organização.



"O pavilhão de Portugal simula uma escola tecnologicamente avançada, onde as empresas [...] irão expor e demonstrar os seus produtos e serviços", detalha a mesma fonte.



O pavilhão português, uma iniciativa que já teve lugar por diversas vezes e que nos anos em que se realiza faz disparar a presença lusa na feira alemã, é financiado pelos participantes e conta com o apoio de fundos comunitários através do Feder e do Compete.



Além deste espaço em grupo, a presença portuguesa na feira é ainda assegurada por outras 11 empresas, que de forma autónoma, vão à Alemanha mostrar os seus produtos e serviços. Em 2009, sem ajuda que assegurasse uma presença a custos partilhados na CeBIT asseguraram uma presença directa na feira oito empresas.



Fica a lista das empresas portuguesas com registo de participação na feira (espaço próprio de exposição).



No pavilhão português:


Aveicabo

Famasete

IP Brick International

ISA - Intelligent Sensing Anywhere

Izone Interactive Media

Micro I/O

Nautilus

Ubiwhere

Visabeira Global




Com espaço próprio de exposição:


Ergostek

Globaltronic

Inosat

IP Brick International

IVV Automação

Inforlândia

Maisis

NewVision

Nonius

NGNS

Creative Systems

Softi9

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.