Os resultados de uma auditoria do Tribunal de Contas, agora divulgada, revelam que em 2008 o Governo Regional dos Açores gastou 2,5 milhões de euros em comunicações, nos contratos de telecomunicações mantidos com a Portugal Telecom, Vodafone e TMN.



A auditoria trabalhou informação relativamente às comunicações de dados, fixas e móveis, apurando que quer os membros do Governo, quer o pessoal dos gabinetes - onde se incluem assessores, adjuntos, chefes de gabinete e secretários pessoais - estão entre os funcionários com acesso a telemóvel sem plafond pré-definido.



Os mais gastadores foram a secretaria da educação e cultura e a secretaria da agricultura e florestas. A primeira gastou 690 mil euros em comunicações e a segunda 510 mil euros, durante todo o ano de 2008, altura a que reportam os factos.



A estrutura mais poupada foi a secretaria dos assuntos sociais, com uma despesa em comunicações de 37 mil euros.



Ao todo eram pagas pelo Governo regional as contas de 278 telemóveis, sendo que apenas parte destas tinham uso limitado a um plafond mensal de 25 euros, revela a RTP, que avança a notícia.



A auditoria do Tribunal de Contas também detectou irregularidades como a falta de controlo sobre as facturas e respectivas despesas, adianta a mesma fonte.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.