A Svenska UMTS, a joint venture da Tele2 e TeliaSonera que detém a licença das comunicações móveis de terceira geração (3G) na Suécia entregou um pedido formal de adiamento dos serviços 3G, argumentando imprevisíveis mudanças de circunstâncias.



De acordo com a empresa, diversas circunstâncias estão na base do pedido de protelação das 3G, sendo que esta alteração não poderia ter sido prevista quando a candidatura à licença foi preenchida, noticiou o site celular-news.



No requerimento entregue à entidade reguladora do mercado de comunicações sueco, a National Post e Telecom Agency, a Telia2 e a TeliaSonera declaram que o processo de decisão relativo às autorizações de construção da rede estão a levar muito tempo e que por esse motivo o prazo inicialmente planeado para o início dos serviços de 3G seria impossível de cumprir mesmo que existissem recursos ilimitados.



Outro dos argumentos utilizados tem por base a falta especificações técnicas estáveis que impossibilitam a efectivação do uso, funcionalidade e coordenação técnica do sistema antes do final deste ano. As empresas afirmam ainda que não há capacidade por parte dos fornecedores de terminais de entregar telemóveis 3G em volume suficiente para o lançamento comercial.



O projecto da empresa sueca indica que a rede em construção pela TeliaSonera e Tele2 vai cobrir 70 por cento da população sueca em princípios de 2004. Na sua estimativa, as condições de cobertura irão ser obtidas até 31 de Dezembro de 2005 desde que não se observem mudanças críticas no desenvolvimento tecnológico e de mercados.



Ainda hoje a entidade reguladora das comunicações na Suécia comunicou que o prazo inicialmente definido para o início dos serviços 3G vai ser prolongado por 18 meses. Os operadores ficam agora obrigados a completar as suas redes até meados de 2005, quando antes a data definida era o final de 2003.



Apesar da National Post e Telecom Agency ter recusado o adiamento dos serviços 3G, uma nova legislação aplicável às telecomunicações acabou por garantir o prolongamento do prazo aos operadores.



Nota da Redacção: Esta notícia foi alterada para incluir mais informação sobre a nova legislação da Suécia e o prolongamento do prazo dado aos operadores.



Notícias Relacionadas:

2003-02-14 - Utilizadores europeus de telefones móveis mais interessados na 3G

2001-08-10 - Sonera abandona terceira geração móvel na Noruega

2001-08-07 - 3G nos Estados Unidos cada vez mais atrasado

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.