A Deco avançou com uma queixa e com um pedido de inquérito junto das entidades reguladoras sobre a subida "estranhamente sincronizada e análoga" de alguns tarifários de comunicações móveis. Em causa estão os aumentos, em igual valor, que os operadores de telecomunicações anunciaram nas mensalidades dos tarifários concebidos para o segmento jovem.



A partir de Janeiro, paga-se mais 25 a 26 por cento na mensalidade do Moche da TMN, Vita 91 Extreme e Yorn Power Extravaganza da Vodafone ou no carregamento mínimo mensal do TAG da Optimus. O aumento atinge os 50 por cento em alguns casos.



"A subida no preço da mensalidade destes tarifários para grupos é cerca de sete vezes superior à anunciada para os restantes tarifários, em vigor no próximo ano", alerta a Deco.



A confirmarem-se os aumentos anunciados pelas operadoras de telecomunicações móveis assistimos a "publicidade enganosa", acusa a associação de defesa do consumidor. "Estes aumentos contrariam as promessas das operadoras na publicidade de lançamento aos tarifários para grupos", nomeadamente os "10 euros por mês para sempre", no TAG da Optimus, ou a "Mensalidade de 5 euros válida até 31 de Janeiro de 2012", no Moche Edição Especial da TMN.



Recorde-se que a partir de 1 de Janeiro de 2011 os carregamentos para 30 dias passam para 12,5 euros nos tarifários jovens das três operadoras móveis, quando neste momento um mês custa 9,9 euros.



"Os anúncios e aumentos da TMN, Optimus e Vodafone surgem de forma 'estranhamente sincronizada e análoga', pelo que já seguiu denúncia para os reguladores (Autoridade da Concorrência, ANACOM e Direcção-Geral do Consumidor) e pedido de abertura de um inquérito", refere a Deco.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.